Carregando

MAGISTRADA DO TJAM É HOMENAGEADA PELA CÂMARA MUNICIPAL DE MANAUS

A juíza Lúcia Viana recebeu a Medalha de Ouro Altair Ferreira Thury como reconhecimento pelos 30 anos de atuação na formação de operadores do Direito.


lucia_viana_6A Câmara Municipal de Manaus (CMM), em sessão solene realizada na manhã desta quinta-feira (6), outorgou à juíza de Direito Lúcia Maria Corrêa Viana a Medalha de Ouro Altair Ferreira Thury, pelos 30 anos dedicados à formação de várias turmas de operadores do Direito no Estado. A homenagem foi proposta pelo vereador Gilmar Nascimento (PSD) e aprovada por unanimidade na Casa legislativa Municipal.

Além do vereador Gilmar Nascimento, que presidiu a solenidade, participaram da mesa de honra o diretor da Escola Superior de Magistratura (Esmam), desembargador Ari Jorge Moutinho da Costa, que representou o presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), desembargador Flávio Pascarelli; o presidente da Associação dos Magistrados do Amazonas (Amazon), juiz de Direito Cássio André Borges; a procuradora-geral do Estado, Heloysa Simonetti Teixeira, representando o governador do Amazonas; a subprocuradora-adjunta da Procuradoria-Geral do Município (PGM), Maria de Lourdes Lobo da Costa; o procurador de Justiça José Roque Nunes Marques, representando o Ministério Público do Estado; e o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Amazonas (OAB-AM), Marco Aurélio Choy.

Também prestigiaram a sessão solene o 1º tenente Francisco Ariel Carvalho Costa, representante do 9º Distrito Naval; a 1º tenente Adriana Natália dos Santos, representante da ALA 8; a coordenadora de Meio Ambiente e Recursos Naturais da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), Renêe Veiga; A vice-presidente da Associação Brasileira das Mulheres de Carreira Jurídica, Maria Gláucia Barbosa Soares; e o diretor-presidente da Asssociação dos Escritores do Amazonas, Leonardo de Souza.

Mensagem

O presidente do TJAM, desembargador Flávio Pascarelli, enviou uma mensagem à juíza Lúcia Viana, que foi lida durante a cerimônia e na qual destacou a trajetória da magistrada, que há mais de 30 anos se dedica à formação dos operadores do Direito. “A Lúcia Viana é uma profissional cuja carreira é marcada por experiências nobres, distintas e com muitos feitos. Dessa forma, torna-se complexo escolher passagens específicas para destacar a seu respeito, assim como sua história de vida pessoal é tão rica que se mostra também difícil apresentá-la”, frisou o presidente, através da mensagem.

O diretor da Escola da Magistratura, desembargador Ari Moutinho, destacou as qualidades da juíza, que sempre buscou a melhoria da educação jurídica no Estado. “Lúcia sempre foi uma juíza imparcial, disciplinada, primando o cumprimento do dever sem ser rigorosa e nem intransigente. Tenho por ela uma grande admiração e acho justa essa merecida homenagem”, afirmou Moutinho.

O presidente da Amazon, juiz Cássio Borges, destacou o trabalho da magistrada em prol dos juízes aposentados e elogiou a sua dedicação ímpar e o engajamento às causas da magistratura brasileira.

O presidente da OAB-AM, Marco Aurélio Choy, também utilizou a tribuna da CMM e fez uso da palavra. “Lúcia é uma das poucas unanimidades que conhecemos, que além da honrosa carreira da magistratura, desenvolveu trajetória na docência ao formar várias gerações de profissionais do Direito que hoje ocupam papéis relevantes na sociedade. Essa medalha é um reconhecimento pelo trabalho bem feito”, disse o presidente da OAB.

Durante discurso na tribuna, o autor da homenagem na CMM destacou os anos dedicados da juíza, não somente ao tribunal, mas também à carreira docente. “Essa homenagem nos dá pouco tempo para falar dos 30 anos de trabalho realizado pela juíza Lúcia, somente na arte de ensinar. Essa propositura foi motivada para se fazer reconhecimento aos seus esforços na colaboração para o crescimento do nosso Estado, não somente na área jurídica, mas no nosso desenvolvimento acadêmico”, frisou o vereador Gilmar Nascimento.

“Estou muito honrada por esse reconhecimento, muito grata à Câmara Municipal de Manaus, na pessoa do vereador Gilmar Nascimento, que conhece a minha labuta e a minha experiência durante esses 30 anos de magistério na área jurídica, e a todos que contribuíram com a minha trajetória,” disse, emocionada, a magistrada.

Sobre a homenageada

Lúcia Viana nasceu em Manaus e é magistrada do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM). Já participou da organização de projetos pedagógicos e implantação dos cursos de Direito das univeridades: Ciesa, Universidade Estadual do Amazonas (UEA) e Martha Falcão.

A homenageada exerceu, ainda, a coordenação de Cursos da Escola da Magistratura do Amazonas (Esmam), da qual é professora de Direito Ambiental. Desde a sua graduação em Direito na Universidade Federal do Amazonas, em 1982, a juíza Lúcia Viana vem acumulando diversos títulos acadêmicos. “É por tudo isso que me sinto honrado em homenagear uma mulher comprometida com a Educação e com a Justiça em nosso Estado”, disse o vereador Gilmar Nascimento.

Com informações do site da CMM

Elisângela Araújo e Gabriel Abreu

Fotos: Raphael Alves

E-mail Imprimir PDF http://www2.tjam.jus.br/esmam/index.php?option=com_content&view=article&id=1598:magistrada-do-tjam-e-homenageada-pela-camara-municipal-de-manaus&catid=74:2017-02-22-17-46-40